SOBRE O CCBA

O Conselho de Cidadãos Brasileiros em Angola (CCBA) é um foro informal e apolítico constituído por membros voluntários da comunidade brasileira residente em Angola. Foi fundado em 2013, tem como  objetivo estreitar o relacionamento entre a comunidade brasileira que vive em Angola e o Consulado-Geral do Brasil. O diálogo espaço permite a troca de ideias sobre as necessidades, desafios e interesses da comunidade brasileira residente e domiciliada em Angola, contribuindo para maior conhecimento e cooperação entre ambos.

 

Missão

O CCBA tem a missão de canalizar o diálogo entre a comunidade brasileira local e o Ministério das Relações Exteriores, através da embaixada local, estabelecendo a ponte entre o governo e a comunidade brasileira na República de Angola.

 

Para alcançar esse objetivo compete especialmente ao Conselho

 

  • Colaborar na promoção de atividades de apoio não pecuniário, bem como de iniciativas de caráter informativo à comunidade brasileira;

  • Coletar propostas da comunidade;

  • Identificar parcerias;

  • Divulgar à comunidade as ações desenvolvidas pela Embaixada;

  • Colaborar na atualização das informações consulares;

  • Criar canais de comunicação direta com a comunidade; e observar o trabalho da Embaixada, enviando propostas de melhoramentos e reivindicações;

  • Produzir relatório de atividades anual, no qual constará eventuais prestação de contas a ser divulgado junto à comunidade local e enviado ao MRE para divulgação no Portal "Brasileiros no Mundo" e no sítio eletrônico do CRBE.

Papel e atribuições dos membros

  • Trabalhar para que as demandas e os interesses ligados à sua área temática de atuação sejam identificados

  • Debater, junto aos demais membros do Conselho, as possíveis demandas identificadas e buscar sugestões de encaminhamento

  • Sugerir programas de ação e/ou políticas de governo que possam contribuir para solucionar ou minimizar os impactos das demandas detectadas

 

Representatividade dos membros – requisitos

  • Capacidade e interesse de atuação na área temática à qual se integra

  • Comprometimento e disponibilidade consistentes

  • Envolvimento com a comunidade brasileira local

  • Aprovação de seu nome por maioria absoluta ou dois terços dos membros do CCBA


O que o CCBA faz por você

O CCBA atua em diferentes frentes com foco nas demandas da comunidade brasileira em Angola e na Angola. Nossas ações têm como objetivo prestar ajuda para vítimas e suas famílias em casos de brasileiros em situação de vulnerabilidade em Angola; apoiar projetos que trazem benefício aos brasileiros imigrantes na Angola; facilitar a interlocução entre os brasileiros em Angola e o governo brasileiro; e incluir as necessidades da comunidade brasileira em Angola na pauta de debates do CRBE e do Ministério das Relações Exteriores.

 


Algumas ações e projetos do CCBA

  • Desenvolvimento da pesquisa “O Brasileiro em Angola – Angola”, com o objetivo de identificar o perfil demográfico e as demandas específicas da comunidade.

  • Produção da Cartilha do Brasileiro em Angola, com orientações para brasileiros que vêm morar neste estado.

  • Desenvolvimento e produção do “I Seminário CCBA – Desafios do Imigrante Brasileiro em Angola”, que aconteceu em Luanda, em dezembro de 2017.

  • Contribuição para a Cartilha LGBT, organizada pelo Ministério das Relações Exteriores e CRBE, com envio de informações sobre a comunidade LGBT na Angola e as leis locais sobre o tema.

  • Participação em conferências organizadas pelo Ministério das Relações Exteriores:

    • IV e V conferências Brasileiros no Mundo (2013 e 2016)

    • I Conferência Sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira (2015)

    • I Conferência sobre Micro e Pequeno Empreendedorismo Brasileiro no Exterior, como representante da comunidade brasileira na Angola (2017)

  • Projeto Little Language Brazil: proposta de implementação, em Luanda, de projeto surgido em Ballarat e implementado pela brasileira Meire de Mello na cidade. A proposta visa divulgar cultura e língua brasileiras em atividades com crianças de zero a 5 anos de idade.

  • Apoio à Embaixada do Brasil na Angola e ao Consulado Honorário do Brasil em Luanda em casos de brasileiros em situação de vulnerabilidade em Angola, como brasileiros em situação de rua, vítimas de violência doméstica, brasileiros presos e casos de acidentes envolvendo brasileiros.

  • Apoio a eventos beneficentes organizados por instituições brasileiras na Angola.